Xingu.jpeg

Xingu

Xingu.jpeg
Brasileiro Drama Escolha do editor Premium

Sinopse

2011 Drama 105 min. 12 anos

Xingu lançado em 2011 foi dirigido por Cao Hamburger e roteirizado por ele, Elena Soárez e Anna Muylaert. Estrelado por João Miguel, Felipe Camargo e Caio Blat, o filme conta a trajetória dos irmãos Villas-Bôas a partir do momento em que se alistam para a Expedição Roncador-Xingu, parte da Marcha para o Oeste de Getúlio Vargas, em 1943.

A produção do filme foi iniciada após o pedido da família Villas-Bôas a Fernando Meirelles, que indicou Cao para a direção do filme. A maior parte das filmagens ocorreram no Tocantins e no parque Indígena do Xingu, durante um período de dez meses.

Xingu foi exibido pela primeira vez em 2011, no 8º Amazonas Film Festival. A estreia oficial ocorreu em 6 de abril de 2012 e desde então ele já foi distribuído para mais de quinze países. O longa foi assistido por cerca de 370 mil espectadores. Uma adaptação televisiva em quatro episódios foi exibida pela Rede Globo entre 25 e 28 de dezembro de 2012.

A História

 

Anos 1940. Três jovens irmãos decidem viver uma grande aventura. Orlando (Felipe Camargo), 27 anos, Cláudio (João Miguel), 25, e Leonardo (Caio Blat), 23, os Irmãos Villas-Bôas, alistam-se na Expedição Roncador-Xingu e partem numa missão desbravadora pelo Brasil Central. A saga começa com a travessia do Rio das Mortes e logo eles se tornam chefes da empreitada, envolvendo-se na defesa dos povos indígenas e de suas diversas culturas, registrando tudo num diário batizado de A Marcha para o Oeste.

Mais velho dos irmãos, Orlando é o articulador entre as etnias indígenas e o poder oficial, responsável por brecar a ingerência externa. Já Cláudio, é o grande idealista e o mais consciente da contradição da expedição – "Nós somos o antídoto e o veneno", diz. O caçula é Leonardo, vibrante e corajoso. No entanto, suas atitudes podem causar um preço alto para a aventura dos irmãos.

Numa viagem sem paralelo na história, com batalhas, 1.500 quilômetros de picadas abertas, mil quilômetros de rios percorridos, 19 campos de pouso abertos, 43 vilas e cidades desbravadas e 14 tribos contatadas, além das mais de 200 crises de malária, os irmãos Villas-Bôas conseguem fundar em 1961 o Parque Nacional do Xingu, um parque ecológico e reserva indígena que, na época, era o maior do mundo, do tamanho de um país como a Bélgica.

Na aventura, os Villas-Bôas conseguem passar pelo território Xavante, de índios corajosos e guerreiros sem nenhuma baixa de ambos os lados. Em seguida, deparam-se com os Kalapalos, os famosos e temidos que teriam matado o explorador inglês Percy Fawcett. Mas, apesar de toda a apreensão e ao contrário do que imaginavam, os irmãos ficam amigos do grande chefe Izarari, e se encantaram com a cultura e os costumes locais. Não previam ainda que ali viveriam a primeira tragédia de suas vidas: um surto de gripe, trazido por eles mesmos, que quase dizima toda a aldeia.

Ao recontar a saga dos irmãos, Xingu apresenta a luta pela criação do parque e pela salvação de tribos inteiras que transformaram os Villas-Bôas em heróis brasileiros, traçando com problemas crônicos do processo de formação brasileiro.

 

Prêmios e indicações
O longa ficou em terceiro lugar na 14ª edição do Prêmio do Público para os títulos da mostra Panorama entregue durante o Festival de Berlim. Xingu concorreu para o melhor filme no Festival realizado em Oslo, Films from the South.O filme foi indicado a cinco categorias no 7º Prêmio Contigo de Cinema: "Melhor Filme", "Melhor Ator" (João Miguel), "Melhor Diretor (Cao Hamburger), "Melhor Fotografia" (Adriano Goldman) e "Melhor Trilha Sonora" (Beto Villares),ganhando apenas pela "Melhor Fotografia".

Quero ver ([[SeePeople]] [[SeeText]] ver)
Brasileiro Drama Escolha do editor Premium

Ficha do Filme

Diretor/Roteiro
Cao Hamburger

Roteiro
Elena Soárez, Cao Hamburger, Anna Muylaert

Produção
Fernando Meirelles, Andrea Barata Ribeiro, Bel Berlinck

Produção Executiva
Bel Berlinck e Andrea Barata Ribeiro

Elenco
João Miguel, Felipe Camargo e Caio Blat

Trilha Sonora
Beto Villares

Direção de Arte
Cassio Amarante

Direção de Fotografia
Adriano Goldman ABC

Assista agora

Você já pode adquirir este filme através de nossos canais oficiais.
Tenha acesso a esta e a diversas outras produções de forma rápida, prática e segura, sem sair de casa.

TRAILER

Conte-nos o que você achou do filme:

Você precisa estar cadastrado em nosso site para deixar o seu comentário.

Conte-nos o que você achou do filme:

Sua avaliação

[[commentAlert.message]]