| Gostei da Notícia ([[SeePeople]] gostaram)

Conheça o selo O2 Play Docs

Os filmes lançados por ele serão exibidos em cinema de forma alternativa, e em seguida, no ambiente digital.

A O2 Play apresenta ao mercado seu novo selo, específico para documentários, o O2 Play DOC. Os filmes lançados por ele serão exibidos em cinema de forma alternativa, e em seguida, no ambiente digital. O selo O2 Play permanece para títulos da O2 Filmes e demais longas.

O objetivo do modelo é maximizar tempo, custos e estabelecer uma relação entre exibidor, produtor e plataformas de VOD, adaptada à nova realidade de consumo e do mercado. Os primeiros filmes do selo O2 Play DOC são "Olhar Instigado", produzido pela BossaNovaFilms; "Rogério Duarte: O Tropikaoslista", do diretor Walter Lima; e "Cordel de Trancoso", de Felipe Solari e Pedro Urizzi.

"Metade dos filmes brasileiros lançados em cinema fica abaixo dos 5 mil espectadores. Muitos têm qualidade cinematográfica e merecem uma chance na janela cinema. Mas há tantos filmes, grandes e pequenos, que para muitos títulos não dá tempo de gerar boca a boca ou uma relação com o filme em cartaz. Sala vazia é ruim para o exibidor, para o distribuidor e para o produtor”, defende Igor Kupstas, diretor da O2 Play. "Enquanto o cinema tem uma nobreza, capacidade de mobilização e qualidade sem iguais, o VOD oferece espaço infinito para a oferta no Brasil e no mundo", argumenta. "Para estes filmes de nicho queremos concentrar a demanda em boas sessões de cinema, lançamentos-evento, não necessariamente na cine-semana, alcançando médias mais altas de público por tempo limitado. Tudo combinado com os exibidores de antemão. Seguido de um lançamento no digital, ainda próximo à campanha dos cinemas, com cobertura da imprensa, redes sociais etc", detalha Kupstas.

"Lançaremos filmes com um certo olhar. É uma evolução do que já fazemos", diz Paulo Morelli, sócio da O2. "Em um mundo em que estamos inundados por um oceano de conteúdo, a curadoria é um farol, uma luz que aponta uma direção, uma sugestão do que assistir, ver e se relacionar. Queremos que a Play seja cada vez mais uma central de curadoria para filmes brasileiros, nos cinemas e no VOD".

Em breve serão lançados mais selos, focados em filmes alternativos e em novos talentos.



Autor: Guilherme Mendes Ayala | Facebook

Gerente de Marketing e publicitário. Apaixonado por cinema, séries, animes, mangás... ok muita coisa. E claro, um bom som!


Conte-nos o que você achou da notícia:

Você precisa estar cadastrado em nosso site para deixar o seu comentário.

Conte-nos o que você achou da notícia:

[[commentAlert.message]]