| Gostei da Notícia ([[SeePeople]] gostaram)

Spcine, O2 Play e Hacklab anunciam a SPVOD

Uma plataforma digital sob demanda com filmes brasileiros e um olhar especial para a produção paulista.

Uma plataforma digital sob demanda com filmes brasileiros e um olhar especial para a produção paulista. Esta é a essência do Projeto SPVOD, uma parceria da Spcine, O2 Play e Hacklab.
 
O anúncio foi feito na tarde nesta semana, no primeiro dia do Encontro Spcine, evento que reúne agentes do mercado audiovisual para uma série de seminários e mesas de debate. Na ocasião, a Spcine anunciou um estudo com estatísticas do mercado audiovisual paulistano e um balanço de suas atividades ao longo dos dois últimos meses. Acesse o material aqui.
 
“Em 2016, a Spcine inaugurou a maior rede de salas públicas de cinema do Brasil. Agora, decidimos partir para outro desafio: criar uma janela para produtores brasileiros que lutam por espaço, especialmente os realizadores de filmes de nicho. Trata-se de uma nova prateleira com uma linha editorial selecionada e que será mais uma opção dentro do mercado de VOD”, afirma Gabriel Portela, coordenador do projeto pela Spcine.
 
Igor Kupstas, diretor da O2 Play, lembra que a conversa com a Spcine sobre a plataforma começou há um ano e meio. “Fico muito feliz que esteja dando frutos e sei que o expertise único de distribuição da O2 Play, que passa do cinema até o VOD, com o suporte do grupo O2, que por sua vez tem maestria em produção e pós produção, fará diferença neste consórcio e na vida de filmes brasileiros de nicho que procuram um lugar ao sol”.
 
O link para a plataforma já está no ar – vod.spcine.com.br – e disponível, por enquanto, para cadastro de usuários e realizadores.
 
“Criar uma startup tecnológica para fortalecer a nossa cultura é um grande desafio. Neste momento, é importante conversar com produtores que queiram participar da construção dessa plataforma. Juntos poderemos criar um modelo que dê viabilidade econômica à veiculação dos filmes de nicho”, diz Luis Henrique Fagundes, criador do Hacklab.
 
O lançamento da plataforma será em janeiro de 2017.



Autor: Guilherme Mendes Ayala | Facebook

Gerente de Marketing e publicitário. Apaixonado por cinema, séries, animes, mangás... ok muita coisa. E claro, um bom som!


Conte-nos o que você achou da notícia:

Você precisa estar cadastrado em nosso site para deixar o seu comentário.

Conte-nos o que você achou da notícia:

[[commentAlert.message]]